Antonio Penteado Mendonça
Antonio Penteado Mendonça

Academia Paulista de Letras, advogado, sócio de Penteado Mendonça Advocacia, professor da FIA-FEA/USP e do PEC da Fundação Getúlio Vargas.

É HORA DE FESTA

O Sindicato das Seguradoras do Estado de São Paulo (Sindseg-SP) nasceu em outubro de 1941. 29 de Outubro de 2021

O Sindicato das Seguradoras do Estado de São Paulo (Sindseg-SP) nasceu em outubro de 1941. De lá para cá, escreveu uma história rica, com participações relevantes nos principais momentos da atividade e na vida do estado e da cidade, através de ações em parceria com o governo e com outras entidades da vida civil, interessadas na preservação dos espaços urbanos, proteção do meio ambiente e melhoria da qualidade de vida da população.

Na década de 1950, o Sindicato se mudou para o Edifício das Seguradoras, icônico projeto de Oscar Niemayer, localizado na então refinada Avenida São João, onde permaneceu até a segunda década do século 21. Foi lá que transcorreu boa parte de sua história, que prossegue, na década de 2010, na Avenida Paulista e este ano se mudou para a Alameda Santos, sempre com momentos transcendentes para o desenvolvimento da atividade seguradora nacional.

O Sindseg-SP é o maior sindicato de seguradoras do país. Representante das companhias de seguros instaladas no Estado de São Paulo, ele tem como missão dar a elas as condições ideias de funcionamento, oferecendo e providenciando o material para estudos e o embasamento de suas posições, disponibilizando espaço para reuniões, oferecendo a tecnologia necessária para que possam se comunicar à distância, entre si e com o resto do país, nas ações de representação e política setorial, e muito mais.

É este muito mais que faz do Sindicato das Seguradoras um player importante para a vida do estado. Através de sua atuação em conjunto com a Secretaria da Segurança Pública, o Sindicato teve participação relevante nas campanhas de conscientização do uso do cinto de segurança. Atua fortemente em apoio ao combate ao roubo e furto de veículos e teve relevante contribuição na luta contra os desmanches clandestinos, com participação direta nos trabalhos para a aprovação da “Lei dos Desmanches”, que inibiu significativamente a ação do crime organizado.

As ações para reduzir os acidentes de trânsito, realizadas ao longo de décadas, atualmente têm sua visibilidade estampada no movimento “Maio Amarelo”, que já se repete há anos, com o objetivo de conscientizar os motoristas.

No campo da educação, o trabalho do Sindseg-SP começou anos atrás, quando deu o impulso necessário para que o mercado criasse a Sociedade Brasileira de Ciências do Seguro, entidade durante muitos anos responsável pelo curso de formação de corretores de seguros no Estado de São Paulo, onde substituía a Fundação Escola Nacional de Seguros, ministrando os programas de treinamento para os profissionais do mercado.

Mas sua ação educadora vai muito além. Em parceria com o Sindicato dos Corretores de Seguros, levou campanhas de educação em seguros para todos os cantos do Estado de São Paulo e culminou numa parceria com a Secretaria da Educação para levar noções de seguros e educação financeira para dentro das escolas estaduais.

Ao longo dos anos, o Sindicato das Seguradoras patrocinou ou participou de dezenas de seminários, debates, reuniões e grupos de trabalho com o objetivo de promover a atividade e disseminar a cultura do seguro nas mais variadas camadas da população. Entre eles, vale lembrar o seminário “Ética e Transparência na Atividade Seguradora”, que, ao longo de seguidas edições, uniu profissionais do setor, de outras atividades econômicas, professores, especialistas e altos representantes do Poder Judiciário para discutirem os principais temas com impacto na atividade.

Nos seus oitenta anos de história, o Sindseg-SP fez muito e tem muito mais para ser feito. E o segredo disso passa pela escolha acurada de seus presidentes e diretores entre os mais capacitados nomes do setor e pelo competente suporte dado por uma equipe profissional altamente eficiente.