home / notícias / Parceria com cooperativas impulsionam negócios da MAG Seguros e cumprimento do seu propósito

Parceria com cooperativas impulsionam negócios da MAG Seguros e cumprimento do seu propósito

MAG Seguros - 29 de Julho de 2022
O dia do cooperativismo, comemorado internacionalmente em julho, mostra a importância do modelo de organização social pelo mundo – inclusive no Brasil, onde vem crescendo cada vez mais, com o auxílio da Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB), órgão máximo das cooperativas no país que reúne as OCEs (Organizações das Cooperativas Estaduais). Para a MAG Seguros, este é um segmento de atuação importante que vai além de negócio pois está diretamente conectado ao propósito da companhia. 
  
“O cooperativismo é uma ferramenta de desenvolvimento socioeconômico, no qual as cooperativas exercem um papel muito importante da comunidade, apoiando negócios, pessoas, comércios locais e potencializando o consumo consciente, o que gera uma distribuição de renda e um desenvolvimento mais sustentável daquela comunidade. O cooperativismo entende que ao agir naquela comunidade ele potencializa e fomenta a economia como um todo”, explica Ricardo Balbinot, diretor de Cooperativismo da MAG Seguros. 
  
É exatamente esse aspecto social das cooperativas, em que o associado é o dono do negócio e participa dos resultados, que apresenta muita semelhança e aderência ao modelo de negócios MAG. As cooperativas também têm gestão democrática, na qual o próprio cooperado gere a instituição, assim como são os negócios de seguros, que entra como um dos pilares complementares à instituição. Além, claro, de complementar também os pilares de educação, formação, e informação, aspectos que a seguradora busca fazer diariamente por meio de inúmeras ferramentas, inclusive de prevenção. 
  
“Nós atuamos dentro das cooperativas disseminando a cultura de proteção financeira, mas também conhecendo muito profundamente seus negócios. Quando atendemos um cooperado, as nossas soluções financeiras e de seguros vêm sempre com uma grande sinergia com negócios da cooperativa, totalmente customizado para suas necessidades específicas”, continuou Ricardo. 
 
Hoje, em se falando de cooperativas de créditos, são mais de 16 milhões de cooperados no país. Em um âmbito maior, olhando para o tamanho do mercado, são 183 milhões de brasileiros com conta em algum banco, e 34 milhões de pessoas não bancarizadas. 
  
Olhando para esses números é possível ver a possibilidade de crescimento de negócios, seja atuando na região mais interiorizada do país com pessoas de menor renda, seja com foco nas pessoas que possuem renda maior, que têm conta em banco. 
  
“Isso olhando apenas o mercado de crédito, apenas um dos sete segmentos. Temos uma oportunidade gigantesca em nossa frente de gerar negócios que tenham um impacto na vida das pessoas e no futuro de quem elas mais amam”, conclui Balbinot.