home / notícias / Pottencial se prepara para entrar em seguro de vida

Pottencial se prepara para entrar em seguro de vida

Valor Econômico - 20 de Junho de 2022

Líder no mercado de seguro garantia desde 2017, a Pottencial, com sede em Belo Horizonte (MG), vai passar a oferecer seguro de vida nas próximas semanas, consolidando sua entrada no segmento de varejo. O presidente da empresa, João Géo Neto, estima que pelo menos 50 mil apólices devem ser vendidas nos primeiros 12 meses.

“Há oportunidades enormes no mercado segurador voltado para pessoas físicas no Brasil. Hoje, menos de 15% da população tem um seguro de vida”, afirma. O objetivo inicial é oferecer um seguro simples, a preços populares, e testar o produto. Aos poucos, novas coberturas, como assistência funerária e proteção contra acidentes pessoais e doenças graves, serão adicionadas, completa o executivo.

Além disso, o seguro de vida cresceu durante a pandemia, quando a importância de proteger a si mesmo e as famílias se tornou ainda mais evidente para os brasileiros, avalia o executivo. Dados da Federação Nacional de Previdência Privada e Vida (FenaPrevi) mostram que entre abril de 2020, quando a pandemia já havia sido decretada, e março de 2022 foram registrados 175.307 sinistros e pagos R$ 6,5 bilhões em indenizações decorrentes da doença pelo mercado segurador.

“Se tivermos um canal de distribuição muito grande, o número pode ser muito mais de 50 mil apólices vendidas em 12 meses. Temos planos para crescer de forma orgânica”, diz Géo Neto. O caso do Nubank é uma referência para o mercado entre os novos entrantes. O banco digital começou a oferecer seguros de vida no fim de 2020, inicialmente a R$ 9. Hoje, possui mais de 500 mil apólices ativas.

Para a distribuição do seguro de vida, a seguradora busca canais que possuam relacionamento com os clientes, como um banco digital ou um clube de benefícios de uma empresa que, por exemplo, ofereça “cashback” para comprar o seguro.

Em dezembro de 2020, o fundo XP Private Equity assinou a compra de uma participação minoritária na empresa. Na época, foi anunciado que o fundo iria investir R$ 275 milhões. “Temos olhado com a XP a possibilidade de distribuir [o seguro de vida da Pottencial] com eles, é um canal.” Os controladores da Pottencial são o Grupo Ourivio, que pertence à família Géo, e a família Mattar. Em 2013, os irmãos Eugenio e Salim Mattar, fundadores da Localiza, compraram uma fatia da seguradora.

Quando foi criada, há 12 anos, a Pottencial não tinha como objetivo ser uma seguradora multiproduto. A entrada no mercado de pessoas físicas começou em 2019, quando passou a oferecer fiança locatícia. Depois, começou a trabalhar também com seguro residencial e garantia estendida. Hoje, a Pottencial trabalha com nove produtos, entre o público de varejo e empresas.

A Pottencial enxerga que o mercado de seguros para pessoas físicas é muito maior do que o corporativo. Outros produtos, como seguro de vida em grupo, responsabilidade civil e seguro de riscos cibernéticos, estão no foco da seguradora. A empresa não pretende entrar em ramos como automóvel e saúde, que requerem uma estrutura muito grande, como as oficinas mecânicas, no caso dos carros, diz o presidente.

“Na área de saúde, vemos uma verticalização do setor. É preciso estar em toda a cadeia para se ter uma geração de valor interessante”, afirma o executivo.

Os prêmios de seguros da Pottencial cresceram mais de 40% no primeiro trimestre, em comparação ao mesmo período de 2021. Os melhores desempenhos, segundo a empresa, foram registrados no seguro garantia, fiança locatícia e em riscos diversos de equipamentos.