home / notícias / Com Rede D’Or, Qualicorp pode criar produtos mais acessíveis

Com Rede D’Or, Qualicorp pode criar produtos mais acessíveis

“A criação de produtos mais acessíveis poderia ajudar a melhorar as perspectivas de crescimento da Qualicorp", dizem analistas

Valor Econômico - 10 de Agosto de 2019

Com Rede D’Or, Qualicorp pode criar produtos mais acessíveis

O Valor Online relata que analistas dos bancos Bradesco BBI e Itaú BBA informaram em seus relatórios que a aquisição de 10% da Qualicorp pela Rede D’Or possibilitará a criação de planos de saúde mais baratos e, com isso, a empresa poderá entrar melhor no cenário que se desenha de produtos com rede menor de prestadores de serviço.

“A criação de produtos mais acessíveis poderia ajudar a melhorar as perspectivas de crescimento da Qualicorp e a transação pode desencadear iniciativas nesse sentido, dada a vasta rede hospitalar da Rede D’Or”, informa relatório do Itaú BBA, cuja recomendação é de compra do papel com preço-alvo a R$ 22.

“A participação na Qualicorp pode permitir que a Rede D’Or crie novos produtos e ajude a solucionar a falta de produtos acessíveis para a Qualicorp. Assim, temos uma visão positiva da um investidor estratégico que ingressa no conselho da Qualicorp que poderia resolver alguns desses problemas”, informa o Bradesco BBI, que também tem indicação de compra do papel, com preço alvo de R$ 25.

O BTG, por sua vez, pontuou que o acordo parece mostrar o interesse da Rede D’Or no mercado de planos de saúde por adesão e sinergias com sua corretora. O banco ressalta que a estratégia não está muito clara. O BTG, que tem recomendação neutra e preço-alvo a R$ 23, destacou ainda em seu relatório que o ponto mais relevante da transação é o acordo de acionistas, que será firmado entre a Rede D’Or e o fundador da Qualicorp, José Seripieri Filho.

Com a aprovação do Cade, os dois acionistas celebrarão acordo que regulará o exercício dos direitos de voto nas assembleias da companhia. Ainda segundo o Itaú BBI, saída de Seripieri da empresa pode ser, inicialmente, negativa diante de seu conhecimento nesse mercado.

“Também pode haver um excesso técnico nos estoques da Qualicorp no futuro devido ao risco não desprezível de Seripieri vender sua participação remanescente na empresa. Notamos que parte sua posição atual no capital da empresa é um pouco protegida pelo período de lock-up estabelecido contrato de não concorrência assinado no ano passado”, informa relatório do banco.