home / notícias / Fraudes comprovadas em seguros chegaram a R$ 723,2 milhões em 2018, segundo CNseg

Fraudes comprovadas em seguros chegaram a R$ 723,2 milhões em 2018, segundo CNseg

CNseg - 19 de Junho de 2019
Os resultados consolidados de uma pesquisa realizada com seguradoras apontam que os sinistros ocorridos, ou seja, pedidos de indenizações solicitadas pelos clientes junto a companhia de seguro, somaram aproximadamente R$ 32,9 bilhões em 2018. Deste total, R$ 5,1 bilhões foram resultados de sinistros suspeitos, o que corresponde a 15,6% do valor total dos sinistros ocorridos. O valor das fraudes que puderam ser comprovadas neste período somou, aproximadamente, R$ 723,2 milhões, o que representa cerca de 14,1% do valor dos Sinistros Suspeitos, segundo o 16º Ciclo do Sistema de Quantificação de Fraudes (SQF), que é a ferramenta institucional da CNseg para coleta e compilação dos dados necessários à geração dos indicadores para quantificação da fraude.

Por intermédio deste sistema, alimentado pelas próprias seguradoras, desde 2004 são gerados anualmente indicadores de fraude contra o seguro, compondo-se assim uma inédita série histórica dessas ocorrências no segmento de Seguros Gerais.

Falsa declaração de roubo e furto, inversão de responsabilidade e superfaturamento de orçamentos estão entre os principais tipos de fraudes praticados contra seguros de automóvel. As tentativas de fraude comprovadas em relação ao sinistro ocorrido nesse ramo somaram R$ 2,5 bilhões, o que representou 12% do total de avisos de sinistros da carteira, que somaram R$ 20,7 bilhões em 2018. As fraudes comprovadas nos sinistros investigados totalizaram R$ 343 milhões, 1,7% do total.