Seguros Unimed registra lucro líquido de R$ 107 mi


DCI - 19/10/2018

O DCI informa que a Seguros Unimed obteve lucro líquido de R$ 107,8 milhões nos oito primeiros meses deste ano, o que representa um aumento de 24,2% frente ao mesmo período de 2017, informou a empresa ontem. O valor está ancorado na melhoria da eficiência operacional da seguradora, que entregou aos seus acionistas um retorno sobre o patrimônio de 10,34% no período.

O faturamento referente aos cinco negócios da companhia – nos ramos Saúde, Odontologia, Vida, Previdência e Ramos Elementares – alcançou R$ 2,12 bilhões, avanço de 10,9%.

Em destaque está a redução da sinistralidade, que ficou em 72,6% no consolidado – ou 1,4 ponto percentual abaixo do verificado até agosto de 2017.

Já o resultado operacional atingiu R$ 144,4 milhões contra R$ 76,3 milhões em 2017, alta de 89,3% em um ano.

“Esse crescimento é fruto da qualificação do nosso modelo de gestão e dos serviços oferecidos aos nossos 6 milhões de segurados no País. Em especial, avançamos na gestão da atenção à saúde, ampliando a oferta de programas de cuidado dirigidos, baseados nas necessidades da nossa carteira”, diz o diretor-presidente da Seguros Unimed, Helton Freitas, por meio de nota.

A projeção da seguradora é avanço de 12,7% no faturamento no ano, com foco nas parcerias com o Sistema Unimed, com as cooperativas e com o setor da saúde. Além disso, a empresa informou que estabeleceu um plano de investimentos em inovação, com foco no ambiente digital e no modelo de cuidados em saúde.

A Seguros Unimed anunciou também que superou a marca de R$ 2 bilhões em reservas nos seus planos de previdência complementar. O valor se refere ao patrimônio consolidado dos planos de previdência aberta e do Multicoop Fundo de Pensão Multipatrocinado, sob gestão da empresa.

Atualmente, a companhia atende a mais de 85 mil participantes no segmento. Do total investido, R$ 1,13 bilhão se refere aos planos abertos (PGBL e VGBL) e R$ 976,7 milhões estão no fundo de pensão, que atende ao Sistema Unimed e a cooperativas de crédito.

“A expertise da seguradora levou a Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB) a selecionar o Multicoop, em consulta ao mercado, para desenvolver o fundo de pensão das cooperativas de todo o País. O programa está em fase de implantação.” A carteira total de investimentos administrada pela Seguradora é de R$ 3,54 bilhões até agosto, com crescimento de 16,3% em 12 meses.