Somente 10% dos brasileiros têm seguros


CQCS - 10/07/2018

O percentual da população brasileira que possui alguma cobertura de seguro é de pouco mais de 10%.  A afirmação foi feita pelo presidente da FenaPrevi, Edson Franco, em palestra realizada no Clube de Seguros de Pessoas de Minas Gerais (CSP-MG). Segundo ele, é preciso urgentemente incutir nos brasileiros a cultura de poupar e criar reservas financeiras para o futuro. “Hoje temos uma população subprotegida tanto do ponto de vista de seguros de proteção à renda quanto dos produtos de acumulação”, frisou o executivo.

Edson Franco disse ainda que há um grande potencial para “desenvolver o mercado”.

Contudo, ressaltou que ainda há pela frente alguns desafios, especialmente na distribuição. “É preciso ofertar produtos diversificados que atendam às demandas dos clientes”, observou o presidente da FenaPrevi.

Ele citou ainda pesquisa recente feita pela Federação, segundo a qual 43% dos brasileiros afirmam que há necessidade de reformas na Previdência e 49% acham que o tema deve ser tratado pelo próximo presidente da República. “A percepção da população mudou, mas ainda é preciso encarar o problema de frente”, salientou Franco.

Para ele, a falta de conhecimento como um dos grandes entraves para o debate em torno da reforma. Prova disso é que, segundo a pesquisa da FenaPrevi, pouco mais da metade dos brasileiros (51%) ainda acredita que a previdência pública é sustentável, “apesar do déficit crônico do sistema, que só em 2017 chegou a R$ 268,8 bilhões”.

Edson Franco alertou também que, se os ajustes necessários não forem feitos, o Estado não terá como garantir a aposentadoria de milhões de brasileiros.