Participações na Amil


Valor Econômico - 16/04/2018

O Valor Econômico anota que a UnitedHealth, dona da Amil, informou ontem que não comentaria informação publicada pelo colunista Lauro Jardim, na edição de ontem do jornal 'O Globo', relativa a uma suposta venda de 2,5% de participação de Camila Grossi, filha de Edson Bueno Godoy, na Amil para o grupo americano. 'O UnitedHealth Group Brasil informa que tem como política não comentar especulações ou rumores de mercado', informou a companhia. Na coluna, Lauro Jardim informou que Camila teria vendido sua participação de 2,5% herdada do pai na Amil por cerca de US$ 150 milhões. Ainda segundo o colunista, o irmão de Camila, Pedro Bueno, e a mãe, Dulce Pugliese, não teriam vendido suas participações.