Seguro rural: valor será 21% menor do que o anunciado


CQCS - 08/02/2018

Embora tenha sido anunciado durante o lançamento do Plano Safra que o valor destinado ao seguro rural em 2018 chegaria a R$ 550 milhões, a lei orçamentária previu apenas R$ 395 milhões. De acordo com o diretor do Departamento de Gestão de Riscos da Secretaria de Política Agrícola do Ministério da Agricultura (Dger/SPA/Mapa), Victor Osaki, o montante 21% menor não será suficiente para as corretoras e muito menos para o agricultor.

“Esse valor, obviamente, não é o suficiente para atingir o público que nós gostaríamos. O orçamento precisa ser um pouco maior do que R$ 400 milhões, aproximadamente. Mas, dentro daquilo que nós temos de limitação, a gente vai tentar atingir os número de 2016 e também de 2017”, afirma.

No ano passado, por conta do contingenciamento governamental, o ministério não conseguiu cumprir o valor destinado ao seguro rural, de R$ 400 milhões, e teve que cortar quase R$ 30 milhões. Osaki diz que “a redução de apenas 7% mostra que o ministério tem priorizado o seguro, em detrimento de outras políticas, outros gastos”, diz.

Para o corretor de seguros Charles Alves, o valor é insuficiente. “Se a gente for analisar, é muito pequeno perto do que a gente tem de capacidade de fazer seguro. Seria necessário um valor em torno de R$ 1 bilhão em subvenção federal para que pudesse atender todos os produtores rurais”, conta.