SP tem uma carteira de motorista suspensa ou cassada a cada minuto


Folha de S.Paulo - 12/01/2018

Dados do Detran-SP (departamento paulista de trânsito) mostram que um condutor tem a habilitação suspensa ou cassada a cada minuto, no Estado de São Paulo, informa a Folha de S.Paulo. Entre janeiro e setembro de 2017, o Estado registrou 424.625 suspensões e 9.467 cassações. Como a frota paulista tem quase 29 milhões de veículos, é como se no último ano 1,5% dos motoristas tivessem sido suspensos ou cassados (considerando que a frota equivalha aos motoristas ativos). Na capital, foram 187.266 suspensões e 3.602 cassações nesse intervalo. Não há base de comparação com anos anteriores, quando a contagem não era digitalizada.

Raul Vicentini, diretor de habilitação do Detran de São Paulo, explica que o condutor que chegue ao estágio de cassação de sua habilitação acumulou diversas multas e teve direito de recorrer em vários momentos, inclusive judicialmente. 'Uma [eventual] mudança na legislação deve tornar o processo mais rápido e as penalidades mais rígidas, até com pena restritiva de liberdade em casos graves”, afirma.

Especialista em segurança no trânsito, o engenheiro Horácio Figueira cita o exemplo do Canadá, onde o motorista com habilitação cassada que for pego dirigindo pode responder ação penal. Para ele, o país deve começar a pensar em sistemas de cassações permanentes do direito de dirigir, no caso de infratores recorrentes e que já tenham passado pelo processo de cassação temporária.