Chubb oferece novo serviço de consultoria especializada em gerenciamento de riscos no transporte de carga

A novidade proporciona uma análise mais assertiva das operações dos segurados que necessitam de uma maior intervenção do gerenciamento de riscos.
Revista Cobertura - 13/09/2017

A Chubb, que é líder em seguros de transportes no Brasil – conforme dados da Susep, passou a oferecer nesse mercado um novo serviço de consultoria em conjunto com empresas parceiras. A novidade proporciona uma análise mais assertiva das operações dos segurados que necessitam de uma maior intervenção do gerenciamento de riscos.

O serviço está sendo prestado com base em ferramentas digitais que acompanham diariamente a sinistralidade de cada segurado. “Se o risco não estiver aceitável, nós analisamos as causas, sugerimos soluções e acompanhamos a implantação das medidas observando o menor impacto possível na logística do cliente”, diz Omar Mendoza, Diretor de Marine Cargo da Chubb Brasil.

Conforme o executivo, as ações corretivas podem englobar mudanças de rotina, rotas alternativas, novos processos, adoção de equipamentos apropriados, blindagem de informações internas e outros itens. “O objetivo é fazer com que a sinistralidade volte de forma segura para o nível desejado”, diz.

O trabalho, segundo Omar, leva em conta as mais diferentes formas de sinistros como roubos, furtos, tombamentos, saques, extravios, atrasos, danos e outros. Além disso, várias possíveis causas são analisadas: logística, tecnologia das ferramentas de segurança, horários, rotas, pontos de parada, embalagens e outras.

“A Chubb hoje dispõe de ferramentas que fornecem uma fotografia da sinistralidade de cada conta, atualizando os dados mensalmente. Com isso, podemos empregar ações cada vez mais rápidas, eficientes e assertivas para mitigar riscos e prejuízos”, afirma Fábio Vale, responsável pela área de Gerenciamento de Riscos da Chubb Brasil.

Conforme o executivo, o atual banco de dados sobre sinistros da companhia reflete o que acontece no mercado brasileiro de transportes, como um todo. “Isso acontece em função de que a seguradora acompanha a sinistralidade de uma parcela expressiva desse mercado, composta por embarcadores de todos os portes, além de empresas de transportes dos mais variados tamanhos, centrais de distribuição e operações portuárias”, salienta.

Por conta disso, segundo ele, a Chubb pode se basear em suas próprias informações para observar quais segurados apresentam riscos que destoam da média do mercado.

De acordo com ambos os executivos, a consultoria da Chubb pode também ser acionada por transportadores e embarcadores que ainda pretendem contratar o seguro da companhia para o transporte de suas cargas.

Nesse caso, eles explicam que as etapas de diagnóstico, projeto e execução transcorrem dentro de um cronograma pré-determinado e, no final, o serviço torna possível a contratação de um seguro com ótima relação entre custos e benefícios.