Cirurgia bariátrica cresce no país e pode incluir ainda mais pacientes

Em avanço no país, a cirurgia bariátrica poderá se desvincular da questão do peso e incluir ainda mais pacientes.
Folha de São Paulo - 11/08/2017

Nos últimos cinco anos, o número de cirurgias realizadas no país cresceu 39%, de 72 mil em 2012 para 100 mil em 2016, segundo a SBCBM (Sociedade Brasileira de Cirurgia Bariátrica e Metabólica).

A maior parte dos procedimentos acontece entre usuários da rede privada e de planos de saúde. No SUS, o avanço é semelhante (35%), mas a escala é menor: de 6.020 em 2012 para 8.157 em 2016, segundo o Ministério da Saúde.

Médicos que atuam no setor atribuem o crescimento à maior disponibilidade de informações sobre a cirurgia e ao avanço da obesidade, que aumentou 60% em dez anos.

'E esse número não vai diminuir, a menos que haja uma revolução na parte clínica ou na prevenção', diz Caetano Marchesini, presidente da SBCBM. Segundo ele, o número de operados ainda é baixo: menos de 1,5% dos 9 milhões de pacientes elegíveis.

Podem ser candidatos à cirurgia pacientes com IMC (índice de massa corporal, que é o peso dividido pela altura ao quadrado) acima de 40 kg/m² ou maior que 35 kg/m² quando há doenças relacionadas, como diabetes e hipertensão.

Mas uma proposta enviada em janeiro ao CFM (Conselho Federal de Medicina) defende a redução do IMC para 30 kg/m² para pacientes de diabetes tipo 2 não controlado.

'Se operarmos só pelo peso, estamos excluindo quem não está sob controle só com remédios, como os diabéticos', diz Ricardo Cohen, do Centro de Obesidade e Diabetes do hospital Oswaldo Cruz.

Segundo ele, a ideia é indicar o procedimento também como alternativa a pacientes no início do tratamento. 'Quanto mais precocemente indicar a cirurgia, com menor tempo de uso de insulina, melhores os resultados', diz.

Em nota, o CFM afirma que a solicitação está sob análise.

Fonte: http://www1.folha.uol.com.br/equilibrioesaude/2017/08/1908949-cirurgia-bariatrica-cresce-no-pais-e-pode-incluir-ainda-mais-pacientes.shtml