home / notícias / Panes e Trocas de Pneus em Rodovias

Panes e Trocas de Pneus em Rodovias

Transitando Seguro

SindsegSP - 06 de Julho de 2015

Já não é segredo a importância de realizar a manutenção preventiva nos veículos nos prazos determinados pelo fabricante. Além de ser muito mais econômico do que a manutenção corretiva, seguir essa recomendação pode evitar muita dor de cabeça como, por exemplo, uma pane inesperada no meio de uma rodovia.

Mas e se acontecer? Que atitudes tomar?

Em primeiro lugar, desobstrua a pista para manter a fluidez no trânsito. Desvie para o acostamento ou, na falta deste, simplesmente encoste à direita com o pisca-alerta ligado.

Não cumprir esse procedimento caracteriza infração gravíssima de trânsito, sujeito à multa e apreensão do veículo. Procure não parar em curvas ou em lugares de baixa visibilidade. Assim que posicionar o carro, desça, sinalize com o triângulo de segurança tomando distância, e não volte para dentro do veículo. Fique em um local seguro e acione a seguradora.

Caso você não possua esse serviço, você deve ligar para a concessionária da rodovia, que disponibiliza números de emergência a cada quilômetro. Em último caso ligue para a Polícia Rodoviária, ela pode oferecer socorro ou alguma orientação. Mantenha sempre o número de telefone desses órgãos com você; e, quando ligar, informe o quilômetro em que está na rodovia. Isso poderá agilizar a vinda do socorro.

Não use outro veículo de passeio para rebocar o carro, além de ser arriscado pode resultar em infração média. Nunca tente consertar o carro por conta própria enquanto o mesmo estiver parado na via. A única situação em que isso é possível é na troca de pneus, caso o mesmo fure. Nesse caso, não precisa parar imediatamente, mas seja rápido. Procure uma via plana e reta e pare em um local seguro. Sinalize com o triângulo de segurança e com o pisca-alerta. Normalmente, a chave de roda e o macaco ficam guardados junto com o triângulo de sinalização no porta-malas do carro.

Após se posicionar e sinalizar, solte os parafusos da roda. Não os remova. Apenas alivie a pressão, girando a chave no sentido anti-horário. Só então posicione o macaco no local indicado pelo manual do proprietário e com o carro suspenso termine de remover os parafusos e guarde-os bem. Retire a roda do pneu furado, coloque o estepe e encaixe os parafusos, porém sem apertar.

Baixe o carro, remova o macaco e, só então, aperte os parafusos com a chave de roda. Não precisa de muita força. Um bom aperto apoiando com o braço já basta. Lembre-se: o estepe não foi feito para circular por muito tempo. É apenas uma medida provisória. Portanto, leve seu carro a um profissional para realizar a troca assim que possível.
Até a próxima!