home / notícias / Margem menor na Saúde

Margem menor na Saúde

As despesas assistenciais das operadoras de planos de saúde cresceram 15,6% no primeiro semestre

Folha de São Paulo - 24 de Outubro de 2014

As despesas assistenciais das operadoras de planos de saúde cresceram 15,6% no primeiro semestre deste ano, na comparação com o mesmo período de 2013.

Os gastos totalizaram R$ 48,8 bilhões de janeiro a junho, segundo levantamento do Iess (Instituto de Estudos de Saúde Suplementar) com base em dados da ANS.

No mesmo intervalo, as receitas de contraprestações (mensalidades dos beneficiários) evoluíram 14,9%.

"Avaliando o mesmo padrão desde 2006, em que o desempenho do primeiro semestre se repetiu no segundo, é possível prever que 2014 deverá terminar com uma alta maior das despesas sobre as receitas", afirma o superintendente do Iess, Luiz Augusto Carneiro.

O aumento dos custos com internações, como gastos com medicamentos e materiais de saúde, é a maior causa, segundo o executivo.

A evolução das receitas, por sua vez, é sustentada sobretudo pelo crescimento de beneficiários de planos coletivos empresariais.