Economia do Seguro

Francisco Galiza

Francisco Galiza

Mestre em Economia (FGV); membro da ANSP (Academia Nacional de Seguros e Previdência); autor do livro “Economia e Seguro – Uma Introdução” (3ª edição); coordenador da Revisão do Dicionário da Funenseg, em 2011; professor do MBA-Seguro e Resseguro (FUNENSEG); sócio da empresa Rating de Seguros Consultoria (www.ratingdeseguros.com.br).

Catástrofes Naturais, Brasil x EUA 2013

Comentários Econômicos - 13/01/2014

Nesse mês, a resseguradora Munch Re publicou o estudo "Natural catastrophes in 2013", comentando (como o próprio nome indica) as catástrofes naturais ocorridas no ano passado. É muito comum a publicação desse tipo de trabalho, também por outras empresas.

Ver...

http://www.munichre.com/en/media_relations/press_releases/2014/2014_01_07_press_release.aspx?ref=twitter

Em resumo, em 2013, tivemos 880 catástrofes naturais, com perdas de US$ 125 bilhões (valores segurados de US$ 31 bilhões) e 20 mil mortes relacionadas.

Uma informação interessante é um mapa mostrando a distribuição dos eventos. Abaixo, por exemplo, pode-se fazer uma comparação Brasil x Estados Unidos. Pelo código usado nas cores das catástrofes, temos: vermelha (geofísica: terremoto, tsunami, etc), verde claro (meteorológica: tempestades), verde escuro (hidrológica: enchentes), amarelo (clima: temperaturas altas) e preto (extraterrestre: meteoro).

Nesse tema, podemos dizer que o nosso país é privilegiado.

Ver outros artigos de Comentários Econômicos