Economia do Seguro

Francisco Galiza

Francisco Galiza

Mestre em Economia (FGV); membro da ANSP (Academia Nacional de Seguros e Previdência); autor do livro “Economia e Seguro – Uma Introdução” (3ª edição); coordenador da Revisão do Dicionário da Funenseg, em 2011; professor do MBA-Seguro e Resseguro (FUNENSEG); sócio da empresa Rating de Seguros Consultoria (www.ratingdeseguros.com.br).

Riscos Extremos do Setor de Seguros

Comentários Econômicos - 09/12/2013

Nesse mês de dezembro, a empresa de consultoria Towers Watson divulgou o estudo "Extreme risks - insurance sector survey 2013".

Ver...

http://www.towerswatson.com/en/Insights/IC-Types/Survey-Research-Results/2013/12/Extreme-risks-insurance-sector-survey-2013

A partir de uma pesquisa com 30 mil executivos do setor de seguros em todo o mundo, ela fez o seguinte questionamento: "Em sua opinião, no longo prazo, quais são os riscos mais extremos para a indústria de seguros?".

Ao todo, houve a listagem de 57 riscos (muitos deles sugeridos também pelos próprios participantes).

Algumas das opções elencadas (sobretudo as de ranking mais baixos) são, no mínimo, curiosas.

Abaixo, tabela com os 5 riscos mais e menos citados.

Ranking

Mais Citados

Ranking

Menos Citados

1

Risco de uma pandemia global, atingindo plantas, animais ou seres humanos

53

Super Vulcões nos EUA ("Yellowstone")

2

Início de catástrofes em dimensões globais (terremotos, vulcões, maremotos, etc)

54

Integração entre homens e máquinas, levando a um tipo de imortalidade

3

Crise energética, de comida ou de água, atingindo toda a humanidade

55

Avanço da criogenia, fazendo com que as pessoas possam ser ressuscitadas

4

Espionagem ou sabotagem cibernética global

56

Quebra da indústria automobilística, pelo surgimento dos carros completamente automáticos e autônomos

5

Destruição dos dados eletrônicos alocados no compartilhamento no "modelo de nuvens".

57

Invasão alienígena, roubando todos os recursos da Terra e/ou tornando todos os seres humanos escravos

Ver outros artigos de Comentários Econômicos