Economia do Seguro

Francisco Galiza

Francisco Galiza

Mestre em Economia (FGV); membro da ANSP (Academia Nacional de Seguros e Previdência); autor do livro “Economia e Seguro – Uma Introdução” (3ª edição); coordenador da Revisão do Dicionário da Funenseg, em 2011; professor do MBA-Seguro e Resseguro (FUNENSEG); sócio da empresa Rating de Seguros Consultoria (www.ratingdeseguros.com.br).

Em agosto, ICES interrompe alta e cai para 96,2

Comentários Econômicos - 02/09/2013

Prezados Senhores,

Para conhecimento e para pensar...

O ICES (Índice de Confiança e Expectativas das Seguradoras) é um indicador que mede a confiança empresarial, sendo calculado em parceria com a Revista Cobertura. Em toda última semana de cada mês, aproximadamente 60 grupos seguradores brasileiros são entrevistados, medindo assim as expectativas do setor para os próximos 6 meses.

Em agosto, o ICES interrompeu a pequena tendência de alta registrada em julho, e voltou a cair, indo para 96,2, com queda mensal de 1,8%. Como o valor ficou abaixo de 100, as empresas ainda estão com uma perspectiva pessimista, pelo 3º mês seguido.

Já o otimismo com relação ao comportamento da receita é favorável, mas em grau menor do que no início do ano. Por exemplo, em fevereiro/2013, 76% das seguradoras brasileiras diziam que o seu faturamento seria melhor nos próximos 6 meses; em agosto/2013, essa mesma variável passou para 31%. No cálculo do ICES, a pior avaliação continua a ser o comportamento futuro da economia brasileira.

Veja a análise completa dos resultados clicando aqui.

Abaixo, a evolução gráfica do comportamento da expectativa quanto ao faturamento das seguradoras.

Ver outros artigos de Comentários Econômicos