Economia do Seguro

Francisco Galiza

Francisco Galiza

Mestre em Economia (FGV); membro da ANSP (Academia Nacional de Seguros e Previdência); autor do livro “Economia e Seguro – Uma Introdução” (3ª edição); coordenador da Revisão do Dicionário da Funenseg, em 2011; professor do MBA-Seguro e Resseguro (FUNENSEG); sócio da empresa Rating de Seguros Consultoria (www.ratingdeseguros.com.br).

Cenário do Resseguro no Brasil

Comentários Econômicos - 13/08/2013

Nesse mês de agosto, a classificadora de riscos Standard and Poor´s divulgou um estudo especial sobre o mercado de resseguro no Brasil, denominado "The Brazilian Reinsurance Market: Breaking the Monopoly".

Ver...

http://twitdoc.com/view.asp?id=104098&sid=28BM&ext=PDF&lcl=BrazilReinsure.pdf&usr=standardpoors&doc=158476137&key=key-pzv4bio28tapec9s7nr&sf584494=1

De um modo geral, o tom do texto é de otimismo, apesar das dificuldades econômicas atuais. Ao final de 2012, por exemplo, mais de 100 companhias já operavam no Brasil, (sendo 13 locais, 29 admitidas e 61 eventuais). O estudo, porém, faz uma alerta sobre a queda no resultado operacional das resseguradoras locais, ocorrida nos últimos anos. Segundo o texto, para o futuro, esse problema deve estar mais bem equacionado - pelos ganhos de escala derivados do aumento de prêmios, uma melhor experiência com a carteira de sinistros e até mesmo por um processo de fusões e aquisições (tal como havido há pouco tempo no setor de seguros).

Abaixo, gráfico com a evolução da taxa de sinistralidade e do combinado operacional das resseguradoras locais.

Ver outros artigos de Comentários Econômicos