Economia do Seguro

Francisco Galiza

Francisco Galiza

Mestre em Economia (FGV); membro da ANSP (Academia Nacional de Seguros e Previdência); autor do livro “Economia e Seguro – Uma Introdução” (3ª edição); coordenador da Revisão do Dicionário da Funenseg, em 2011; professor do MBA-Seguro e Resseguro (FUNENSEG); sócio da empresa Rating de Seguros Consultoria (www.ratingdeseguros.com.br).

Análise do Consumidor na Era Digital

Comentários Econômicos - 21/07/2013

Nesse mês de julho, a consultoria McKinsey divulgou estudo interessante sobre o comportamento do consumidor na era digital, denominado "Developing a fine-grained look at how digital consumers behave".

Ver...

http://www.mckinsey.com/Insights/Telecommunications/Developing_a_fine-grained_look_at_how_digital_consumers_behave?cid=other-eml-alt-mip-mck-oth-1307

A partir de uma pesquisa com mais de 20 mil usuários europeus de smartphones, o texto inicialmente qualifica quatro tipos de clientes. Por um lado, o mais tradicional (chamado de "traditionalist"), que só usa o smartphone como telefone, representa 65% de todos os usuários, mas 5% do volume transmitido de informações. Em um sentido oposto, o mais agressivo ("Mobile omnivores"), que representa 10% dos usuários, mas movimenta mais do que 60% desse volume.

Ver gráfico abaixo...

O trabalho também sinaliza seis grandes tendências do consumidor na era digital:

  1. Dispositivos: Mudança de fixos para móveis. O aumento de smartphones e tablets superando o de PCs.
  2. Comunicações: Da voz para dados e vídeo. Há cinco anos, mais de 60% do uso do telefone era para falar; agora, é 20%.
  3. Conteúdo: Generalizado para fragmentado. Hoje, é possível obter informações detalhadas. Com isso, modelos de informações generalistas perderam mercado (jornais, emissoras de TV por rede, etc). Como resultado, tendência de crescimento de aplicativos.
  4. Mídias sociais: Do crescimento para monetização. Depois de uma subida extraordinária, as redes sociais nas economias mais desenvolvidas começaram a ter pequenas quedas, em sua audiência total e níveis de engajamento. Ao mesmo tempo, as empresas estão tentando usar as mídias sociais como parte de seus esforços de marketing, o que é um desafio.
  5. Vídeo: De programado para a condução do usuário. Nos EUA, a TV tradicional representa 65% de toda a visualização de vídeo por consumidores em suas telas de televisão, e 52% em todas as telas. Isso está pressionando os modelos de negócios baseados em publicidade tradicional.
  6. Varejo: Do ​​canal para a experiência. Apesar do grande crescimento do e-commerce, ele ainda é responsável por somente 5% de todas as vendas de varejo. Por outro lado, os dispositivos móveis têm sido usados para transformar a experiência de compra. Cerca de metade dos proprietários de smartphones usam seus dispositivos para conduzir pesquisas de varejo, e essa tendência deve aumentar. Inclusive, o estudo fala que essa integração multicanal no ato de comprar vai se transformar em uma nova era na venda a varejo, denominada "Retail 3.0".

Ter o conhecimento dessas informações é certamente útil para as áreas comerciais do setor de seguros!

Ver outros artigos de Comentários Econômicos