Economia do Seguro

Francisco Galiza

Francisco Galiza

Mestre em Economia (FGV); membro da ANSP (Academia Nacional de Seguros e Previdência); autor do livro “Economia e Seguro – Uma Introdução” (3ª edição); coordenador da Revisão do Dicionário da Funenseg, em 2011; professor do MBA-Seguro e Resseguro (FUNENSEG); sócio da empresa Rating de Seguros Consultoria (www.ratingdeseguros.com.br).

Com pequena variação negativa ICES de maio é 110,9

Comentários Econômicos - 04/06/2013

Prezados Senhores,

Para conhecimento e para pensar...

Iniciado em 2012, o ICES (Índice de Confiança e Expectativas das Seguradoras) é um indicador mensal que mede a confiança empresarial, sendo calculado em parceria com a Revista Cobertura. Em toda última semana de cada mês, as empresas desse segmento são entrevistadas e, a partir das respostas, as expectativas do setor para os próximos 6 meses são representadas por um número (que fica entre 0 e 200). Na determinação dessa variável, três fatores são considerados: economia brasileira, receita e rentabilidade das seguradoras.

Em maio, o ICES teve uma pequena variação negativa, indo para 110,9. Mas, de um modo geral, podemos dizer que as expectativas das seguradoras foram mantidas, quando comparamos com as respostas obtidas no final de abril. Nesse momento, a trajetória do indicador está difícil de ser prevista, pois há movimentos opostos nas variáveis que geram o número.

Abaixo, a evolução de uma das variáveis usadas para calcular o ICES.

Aproximadamente 60 grupos seguradores participam mensalmente desse estudo.

Veja a análise completa dos resultados clicando aqui.

Ver outros artigos de Comentários Econômicos