Economia do Seguro

Francisco Galiza

Francisco Galiza

Mestre em Economia (FGV); membro da ANSP (Academia Nacional de Seguros e Previdência); autor do livro “Economia e Seguro – Uma Introdução” (3ª edição); coordenador da Revisão do Dicionário da Funenseg, em 2011; professor do MBA-Seguro e Resseguro (FUNENSEG); sócio da empresa Rating de Seguros Consultoria (www.ratingdeseguros.com.br).

O fim do seguro de automóvel em 20 anos?

Comentários Econômicos - 24/08/2015

Um título de comentário para provocar!!

De certa maneira, dois artigos versando sobre o mesmo tema. As transformações que o seguro de automóvel sofrerá com as mudanças tecnológicas já previstas para os próximos anos. E como ele poderá se reinventar.

O primeiro deles, da publicação Property Casualty 360, especializada no setor, denominado "Will the auto insurance industry be obsolete in 20 years?" ("O seguro de automóvel ficará obsoleto em 20 anos?").

Ver...

http://www.propertycasualty360.com/2015/07/27/will-the-auto-insurance-industry-be-obsolete-in-20?t=auto

O segundo texto, da Bloomberg, com o título "Can the Insurance Industry Survive Driverless Cars?" ("A indústria de seguros pode sobreviver ao carro sem motorista?")

Ver...

http://www.bloomberg.com/news/articles/2015-07-30/can-the-insurance-industry-survive-driverless-cars-

Um número final. Em 2014, as seguradoras americanas arrecadaram US$ 195 bilhões em seguro de automóvel. Em 2030, a estimativa é que esse número caia 60%.

Ver outros artigos de Comentários Econômicos