Economia do Seguro

Francisco Galiza

Francisco Galiza

Mestre em Economia (FGV); membro da ANSP (Academia Nacional de Seguros e Previdência); autor do livro “Economia e Seguro – Uma Introdução” (3ª edição); coordenador da Revisão do Dicionário da Funenseg, em 2011; professor do MBA-Seguro e Resseguro (FUNENSEG); sócio da empresa Rating de Seguros Consultoria (www.ratingdeseguros.com.br).

Ebola e o mercado de seguros

Comentários Econômicos - 28/10/2014

De forma bastante ágil, o mercado de seguros começa a se ajustar à epidemia do vírus Ebola.

Nessa semana, a revista Business Insider publica reportagem comentando esse fato.

Ver abaixo...

http://www.businessinsider.com/insurance-now-has-ebola-exclusions-2014-10

Por exemplo, algumas seguradoras já estão excluindo das suas novas apólices o risco de contaminação pelo vírus Ebola, em cobertura contra lucros cessantes para empresas que enviam funcionários para a África. Nesse caso, não havendo a proteção contra o vírus, o custo do seguro pode baixar em até três vezes. Por outro lado, começam a surgir apólices específicas que cobrem esse risco.

Ressalte-se, porém, que há algumas restrições legais sobre a existência dessas inclusões ou exclusões, sobretudo no caso das coberturas específicas de saúde.

Ver outros artigos de Comentários Econômicos