Economia do Seguro

Francisco Galiza

Francisco Galiza

Mestre em Economia (FGV); membro da ANSP (Academia Nacional de Seguros e Previdência); autor do livro “Economia e Seguro – Uma Introdução” (3ª edição); coordenador da Revisão do Dicionário da Funenseg, em 2011; professor do MBA-Seguro e Resseguro (FUNENSEG); sócio da empresa Rating de Seguros Consultoria (www.ratingdeseguros.com.br).

Sustentabilidade e os Negócios

Comentários Econômicos - 13/10/2014

Hoje, uma preocupação relevante em diversos países consiste na prática de boas políticas de sustentabilidade. Esse aspecto também tem alcançado o segmento empresarial (inclusive em muitas companhias do setor de seguros no Brasil). Um exemplo que capta essa tendência internacional é o estudo "The business of sustainability", divulgado recentemente pela consultoria McKinsey. As conclusões desse trabalho são baseadas em pesquisa com 3 mil empresas em todo o mundo.

Ver..

http://mckinsey.com/insights/energy_resources_materials/the_business_of_sustainability_mckinsey_global_survey_results

No estudo, uma das perguntas feitas foi avaliar os motivos da escolha dessa linha.

Uma conclusão interessante é o crescimento da importância da sustentabilidade como fator integrante da própria estratégia de cada companhia, já superando aspectos mais tradicionais, como a reputação ou a imagem externa favorável que essa nova política pode proporcionar.

Ver outros artigos de Comentários Econômicos