Economia do Seguro

Francisco Galiza

Francisco Galiza

Mestre em Economia (FGV); membro da ANSP (Academia Nacional de Seguros e Previdência); autor do livro “Economia e Seguro – Uma Introdução” (3ª edição); coordenador da Revisão do Dicionário da Funenseg, em 2011; professor do MBA-Seguro e Resseguro (FUNENSEG); sócio da empresa Rating de Seguros Consultoria (www.ratingdeseguros.com.br).

Evolução do Brasil no Seguro Mundial

Comentários Econômicos - 26/06/2014

Nessa semana, a resseguradora Swiss Re divulgou o seu tradicional estudo que avalia anualmente os mercados de seguros de todos os países, agora com os dados atualizados de 2013.

Ver...

http://media.swissre.com/documents/sigma3_2014_en.pdf

Em uma época que a sociedade como um todo está pessimista com a evolução da economia brasileira, é mais do que oportuno destacar a evolução que o setor de seguros no país teve nos últimos 10 anos.

Por exemplo, em 2004, o consumo per capita do Brasil em seguros era de US$ 101, com uma participação de 0,6% no faturamento do mercado mundial. Em 2013, esses números passaram para US$ 443 e 1,9%, respectivamente.

Ver outros artigos de Comentários Econômicos